Coisa Emprestada e Tomada Emprestada

O corpo que utilizamos pensando ser nosso, é ensinado ser um empréstimo de Deus-Parens.

E sendo apenas o espírito o nosso bem, conforme o mesmo é nos concedido todas as providências, a começar pelo corpo.

A isto explana que “Quanto ao ser humano, o corpo é coisa tomada emprestada e somente o espírito é o seu próprio bem. Surgirá diariamente qualquer razão, de apenas uma coisa, o espírito”.

Consequentemente, é fundamental utilizar o corpo tomado emprestado de uma maneira que corresponda à intenção de seu proprietário, Deus-Parens.

Sem saber desta verdade, cada um utiliza-o conforme os caprichos pessoais e bel-prazer, o que faz anuviar a razão de receber as dez providências e, finalmente, acaba também não conseguindo utilizar o corpo em sua totalidade.

Exemplificando em “poeiras” estes usos espirituais que não condizem com esta intenção, busca-se incessantemente o ato de limpá-las.

Ainda, é ensinado que o uso espiritual que consegue receber a onipotente proteção de Deus-Parens é o espírito de sinceridade, e que o melhor é o “espírito de salvar os próximos”.

Nos dicionários temos que “tomar emprestado” significa “utilizar algo de outrem, com a promessa de devolver depois”.

Assim, o corpo sendo algo tomado emprestado, um dia deve ser devolvido. Isto é o retornamento (denaoshi).

E também, quando a alma de cada um de razão eterna toma emprestado um novo corpo e volta a este mundo, a isto é ensinado como renascimento.

――――――――――――――――――――――――

Coisa tomada emprestada

“O que não se consegue fazer, não se consegue fazer conforme o pensar, isto é prova da coisa tomada emprestada” (Ossashizu 28/07/188).

Assim, sabemos pela primeira vez que não conseguimos nos mover conforme o próprio pensamento quando estamos doentes.

E conforme podemos consultar no Ofudessaki, o suporte da doutrina da coisa emprestada e tomada emprestada está na visão de que este mundo é corpo de Deus:

Este mundo é corpo de Deus.
Reflitam a respeito disso em tudo. (III-40;135)

Os corpos humanos são todos coisas emprestadas por Deus.
Com que pensamento estão usando? (III-41)

Ou seja, tomamos emprestado uma parte deste mundo que é corpo de Deus, como sendo nosso corpo.

Consequentemente, o mundo e o corpo humano estão sob a condição de uma providência celestial única.

Texto extraído de: “Yoboku Hand Book” (Editora Doyusha)