Vida Plena de Alegria e Felicidade

Como será que funciona este corpo? Com o desenvolvimento das ciências, isto ficou claro aos poucos até em seus detalhes. É de surpreender com o avanço a passos largos das pesquisas relacionadas à genética.

No campo da arqueologia, esta tem tirado camada por camada, escalando rapidamente a história da humanidade.

E em tudo, leva-nos a um mundo minúsculo e antigo. Por termos este espírito investigativo, um dia talvez teremos em nossas mãos as informações de ‘quando’ e ‘como’ a humanidade foi criada.

Porém, sempre há algo que não entendemos por mais que tentemos ou queiramos. Isso é o ‘quem’ criou, e o ‘porquê’. Certamente que, quanto a isso, não há outro meio do que consultar o ‘Parens original’ que criou os seres humanos.

Na escritura que Oyassama registrou pessoalmente no pincel está: “Tsukihi criou os seres humanos por desejar ver o viver alegre e feliz”. Significa que, vendo os seres humanos viverem plenos de alegria, Deus também deseja compartilhar isso.

É entoado que não se trata de uma alegria individual e egoísta de cada um, mas que a alegria verdadeira é quando todos estão animados. Isso é o ato de respeitar e ajudarmos mutuamente.

Todo ser humano é diferente um do outro. Diz que cada ser humano, com suas respectivas características pessoais, deve expandir os pontos bons de maneira mútua, suprir os pontos que faltam nos outros, e conviver ajudando sendo ao mesmo tempo ajudado.

A vida plena de alegria (Yōkigurashi) é a nossa meta de viver.

Texto extraído de: “Hajimete series 3 – Tenrikyo ga wakaru hon” (Editora Doyusha)